Exibição documento completo
ATUALIZADO EM: 18/01/2006
GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS
SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA
SECRETARIA ADJUNTA DA RECEITA ESTADUAL

Instrução Normativa20 DE 14 DE Dezembro DE 2005

DISPÕE SOBRE A REVISÃO DO EQUIPAMENTO ECF DA MARCA BEMATECH, TIPO ECF-IF, MODELO MP-2000 TH FI, COM A VERSÃO 01.02.02 DE SOFTWARE BÁSICO.

O Secretario Adjunto da Receita Estadual, no uso de suas atribuições;

 

Considerando o disposto no art. 8º do Decreto nº 36.953, de 16 de julho de 1996 e no Decreto nº 1070, de 26 de dezembro de 2002;

 

Considerando o Ato Cotepe/ICMS nº 46, de 15 de setembro de 2005, emitido pela Comissão Técnica Permanente do ICMS - COTEPE/ICMS, resolve expedir a seguinte

 

Instrução Normativa:

 

                        Art.1º Fica aprovado, como meio de controle fiscal, o emissor de cupom fiscal do fabricante BEMATECH INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A, condicionando a sua utilização nos termos dos Decretos nº 36.953, de 16 de julho de 1996 (Convênio ICMS 156/94) e nº 1070, de 26 de dezembro de 2002 (Convênio ICMS 85/2001), ao atendimento das características, especificações e condições, nos termos do Anexo único desta Instrução.

 

Art.2º A partir da publicação desta Instrução Normativa somente poderá ser autorizado para uso fiscal equipamento com a versão atual de software básico e com as características de hardware indicadas nesta Instrução Normativa;

 

Art.3º Na primeira intervenção técnica realizada no equipamento autorizado para uso fiscal, ou até 31 de maio de 2006, deverá o fabricante do ECF proceder através da empresa credenciada neste Estado, a substituição do software básico de versão 01.01.01 pela versão homologada nesta Instrução Normativa;

 

Art.4º A presente homologação poderá, a critério da Secretaria Adjunta da Receita Estadual , nos termos do Decreto 36.953, de 16/07/96, ser revogado ou suspenso, sempre que forem constatadas operações indevidas no equipamento que prejudiquem os controles fiscais;

 

Art.5º Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.

 

SECRETARIA  ADJUNTA DA RECEITA ESTADUAL, em Maceió, 14 de dezembro de 2005.

 

 

Marcos Antônio Garcia

Secretario  Adjunto da Receita Estadual

ANEXO ÚNICO

1. IDENTIFICAÇÃO DO FABRICANTE:

1.1. Razão Social

1.2. CNPJ

BEMATECH INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S.A.

82.373.077/0001-71

2. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO

EQUIPAMENTO

SOFTWARE BÁSICO

MARCA

TIPO

MODELO

VERSÃO

CHECKSUM

MEMÓRIA

BEMATECH

ECF-IF

MP-2000 TH FI

01.02.02

9AE9 hex

27C040 ou similar

3. CARACTERISTICA DO EQUIPAMENTO CONFERIDA PELO SOFTWARE BÁSICO:

ITEM

CARACTERISTICAS

SITUAÇÃO

3.1.

Cupom Fiscal também para registro de prestação de serviço de transporte de passageiro

Sim

3.2. OPERAÇÃO DE CANCELAMENTO, ACRÉSCIMO E DESCONTO

CANCELAMENTO

ACRÉSCIMO

DESCONTO

Item

Cupom Emitido

Cupom em Emissão

Item

Subtotal

Item

Subtotal

ICMS

ISSQN

ICMS

ISSQN

ICMS

ISSQN

ICMS

ISSQN

ICMS

ISSQN

ICMS

ISSQN

ICMS

ISSQN

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Sim

Observação:

Admite desconto e acréscimo em valor ou em percentual. Desconto em ISSQN mediante parâmetro de programação.

4. CARACTERISTICAS DO EQUIPAMENTO CONFERIDAS PELO HARDWARE:

LACRAÇÃO

Quantidade de Lacres: 02

Externos: no centro das laterais utilizando fio que transpassa orifício do pino de lacração.

Quantidade de Lacres: 01

Interno: para lacração do dispositivo do software básico e do dispositivo da memória de fita detalhe.

PLAQUETA DE IDENTIFICAÇÃO

Material: Alumínio

Fixação: Rebitada

Local: Parte lateral direita

MECANISMO IMPRESSOR

Marca: CITIZEN/BEMATECH

Modelo: LT-388

Impressão: térmico

Colunas: 48

SENSOR DE PAPEL: Ótico

 

 

 

 

 

4.1. CONECTORES E JUMPERS DA PCF:

IDENTIFICAÇÃO

LOCAL

TIPO

FUNÇÃO

CONECTOR CN1

EXTERNO

CONECTOR CIRCULAR DE 3 PINOS

ENTRADA DE ALIMENTAÇÃO DA FONTE EXTERNA

CONECTOR CN2

EXTERNO

RJ-11

CONEXÃO COM A GAVETA

CONECTOR CN4

EXTERNO

DB9-FÊMEA

INTERFACE SERIAL PARA USO EXCLUSIVO DO FISCO

CONECTOR CN5

EXTERNO

DB9-FÊMEA

INTERFACE SERIAL PARA USO DO APLICATIVO

CONECTOR CN8

INTERNO

BARRA DE PINOS 1X3

SINAIS NMI, RESET E GND

CONECTOR CN10

INTERNO

BARRA DE PINOS 2X20

CONEXÃO COM A MFD

CONECTOR CN12

INTERNO

SOQUETE PARA BARRA DE PINOS 2X20

CONEXÃO COM A MEMÓRIA FISCAL

CONECTOR CN16

INTERNO

BARRA DE PINOS 1X4

CONEXÃO COM A GUILHOTINA

CONECTOR CN17

INTERNO

BARRA DE PINOS 1X6

CONEXÃO COM O SENSOR DE PAPEL E HEAD UP.

CONECTOR CN18

INTERNO

“FLAT CABLE” COM 28 VIAS

CONEXÃO COM O MECANISMO IMPRESSOR

CONECTOR CN19

INTERNO

BARRA DE PINOS 1X4

CONEXÃO COM O MECANISMO IMPRESSOR

CONECTOR CN22

INTERNO

BARRA DE PINOS 1X7

CONEXÃO COM O TECLADO

J10

INTERNO

BARRA DE PINOS 1X3

ATIVAÇÃO DO MODO DE INTERVENÇÃO TÉCNICA (PINOS 2 E 3 DESCONECTADOS)

4.2. MEMÓRIA FISCAL:

TIPO

IDENTIFICAÇÃO

CAPACIDADE

RECEPTÁCULO ADICIONAL

OTP PROM

27C4001

512 KBytes

Um

4.3. MEMÓRIA DE FITA-DETALHE: possui cartucho removível com capacidade de armazenamento variável de 8MB a 32 MB podendo ser substituído em caso de esgotamento ou dano.

4.4. Possui dispositivo de proteção contra apagamento e sobrescrita para proteção da Memória Fiscal, sendo resinado juntamente com os dispositivos da Memória Fiscal;

4.5 Possui dispositivo de proteção contra apagamento e sobrescrita para proteção da Memória de Fita-detalhe, sendo resinado no cartucho juntamente com os dispositivos de Memória de Fita-detalhe;

5. PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE LEITURAS NO ECF:

5.1. Leitura X diretamente no equipamento;

5.1.1. Ligar o ECF mantendo a tecla PAPER pressionada até que o LED ON LINE comece a piscar. Soltar o botão e aguardar a impressão do menu;

5.1.2. seguir as informações do menu (pressionar a tecla PAPER uma vez para selecionar a opção de impressão da Leitura X);

5.2. Leitura da Memória Fiscal diretamente do equipamento:

5.2.1. Ligar o ECF mantendo a tecla PAPER pressionada até que o LED ON LINE comece a piscar. Soltar o botão e aguardar a impressão do menu;

5.2.2. seguir as informações do menu (pressionar a tecla PAPER duas vezes para selecionar a opção de impressão da Leitura da Memória Fiscal);

5.2.3. a impressão da Leitura da Memória Fiscal será feita da última redução gravada na memória fiscal até a primeira, podendo ser interrompido o relatório a qualquer momento desligando-se o equipamento.

5.3. Leitura da Memória Fiscal para meio magnético:

5.3.1. Conectar o cabo serial em qualquer uma das duas portas seriais da impressora ;

5.3.2. Conectar a outra extremidade do cabo serial em uma das portas seriais disponíveis no PC;

5.3.3. Ligar o ECF;

5.3.4. Os requisitos necessários para a Leitura da Memória Fiscal são:

5.3.4.1. PC com processador Pentium II 250 MHz ou superior, mínimo 64 MB de RAM (128 MB recomendado);

5.3.4.2. Sistema Operacional Windows 98/ME/XP/2000;

5.3.4.3. O programa Winmfd instalado. Para instalá-lo, executar o arquivo de instalação setup.exe.

5.3.5 Executar o software aplicativo Winmfd.exe. Sugere-se o uso do menu de ajuda deste programa, pois traz informações detalhadas.

5.3.6 no Winmfd.exe, selecionar a opção “Comunicação” e “Configurar Portas Seriais” para selecionar a porta a ser utilizada (a opção “Testar” permite verificar se a impressora está conectada à porta serial selecionada);

5.3.7. para iniciar a Leitura da Memória Fiscal para meio magnético, selecionar a opção do menu “Comunicação”, item “Leitura da Memória Fiscal pela Serial”. Após isso, será solicitado o nome que se deseja dar ao arquivo com a extensão .TXT.

5.3.8 Outra forma de executar essa operação é a partir do conteúdo físico do dispositivo de memória fiscal, observados os seguintes procedimentos:

5.3.8.1 Executar o aplicativo "WinMFD.EXE".

5.3.8.2 Selecionar a opção “Comunicação” na barra de tarefas.

5.3.8.3 Selecionar a opção “Download”.

5.3.8.4 Selecionar a opção “Memória Fiscal”.

5.3.8.5 Após salvar o arquivo em diretório, selecionar a opção “Arquivo” na barra de tarefas

5.3.8.6 - Selecionar “Relatório da Memória Fiscal...” e abrir o arquivo salvo no passo “5.3.8.5”.

5.4. impressão da Fita-detalhe no equipamento em Intervenção Técnica:

5.4.1. Ligar o ECF em Modo de Intervenção Técnica mantendo a tecla PAPER pressionada até que o LED ON LINE comece a piscar. Soltar o botão e aguardar a impressão do menu;

5.4.2. Seguir as informações do menu (Pressionar a tecla PAPER três vezes para selecionar a opção de impressão da Fita-Detalhe);

5.4.3. As informações impressas a seguir darão informações de como entrar com o intervalo de datas ou COO, bastando segui-las para efetuar a seleção.

5.4.4. Encerrada essa etapa, o equipamento irá, após um período em que o LED ON LINE fica piscando iniciar a impressão. Caso o intervalo selecionado seja muito grande, a impressão pode ser encerrada a qualquer momento desligando-se o equipamento.

5.5. Leitura da Memória de Fita-detalhe para meio digital;

5.5.1. Conectar o cabo serial em qualquer uma das duas portas seriais da impressora ;

5.5.2. Conectar a outra extremidade do cabo serial em uma das portas seriais disponíveis no PC;

5.5.3. Caso esteja desligado, ligar o ECF;

5.5.4. Os requisitos necessários para a Leitura da Memória da Fita-detalhe são:

5.5.4.1. PC com processador Pentium II 250 MHz ou superior, mínimo 64 MB de RAM (128 MB recomendado);

5.5.4.2. Sistema Operacional Windows 98/ME/XP/2000;

5.5.4.3. O programa Winmfd instalado. Para instalá-lo, executar o arquivo de instalação setup.exe.

5.5.5. executar o software aplicativo Winmfd.exe. Sugere-se o uso do menu de ajuda deste programa, pois traz informações detalhadas.

5.5.6. no Winmfd.exe, selecionar a opção “Comunicação” e “Configurar Portas Serias” para selecionar a porta a ser utilizada (a opção “Testar” permite verificar se a impressora está conectada à porta serial selecionada

5.5.7. para iniciar a leitura da Memória da Fita-detalhe para arquivo, selecionar a opção do menu “Comunicação”, item “Download” subitem “Memória da fita detalhe”. Após isso, será solicitado o nome que se deseja dar ao arquivo com a extensão .MFD (para fins de referência chamaremos de “entrada.mfd”). Informações mais detalhadas podem ser encontradas no menu de ajuda do programa.

5.5.8. a conclusão da leitura será informada com uma mensagem indicando a geração do arquivo; caso a operação não tenha sido realizada com sucesso, uma mensagem de erro informando a causa será apresentada para que o usuário possa resolvê-la antes de tentar nova leitura;

5.5.9. selecionar a opção do menu “Arquivo” item “Emissão de Documentos”, informar o intervalo de emissão por COO ou por data, pressionar o botão “Emitir” e em seguida selecionar o arquivo “entrada.mfd”. Ao pressionar o botão “Abrir” será gerada na tela a segunda via dos documentos selecionados podendo ser salva com a extensão RTF.

5.5.10. para a geração de banco de dados, selecionar a opção do menu “Arquivo” item “Geração de Banco de Dados”, informar o intervalo de emissão por COO ou por data, pressionar o botão “Emitir” e em seguida selecionar o arquivo “entrada.mfd”. Ao pressionar o botão “Abrir” será gerada na tela a segunda via dos documentos selecionados podendo ser salva com a extensão MDB (Microsoft Access).

6. LEGISLAÇÃO ATENDIDA: Convênio ICMS no 85/01, de 28/09/2001, vigente em 12/08/2005.

7.       DISPOSIÇÕES GERAIS:

7.1. o registro foi solicitado pelo fabricante conforme Protocolo SE-CONFAZ nº 020/05, de 19/08/2005;

7.2. a Memória Fiscal deve ser iniciada antes da saída do equipamento do fabricante;

7.3. a lacração do equipamento deverá observar o sistema de lacração.